Um morador do município de Livramento está necessitando de doações para realizar uma cirurgia

Um morador do município de Livramento está necessitando de doações para realizar uma cirurgia, conforme matéria do site Livramento Manchete publicada no dia 2 de fevereiro. Ele é diabético e precisa amputar um dos pés.

“Os familiares do paciente procuraram o Livramento Manchete, para fazer um apelo a população solicitando ajuda para custear com os procedimentos cirúrgicos. A sobrinha Ana Claudia, relata que o tio “José Adailton de Sena Gomes”, de 40 anos, foi diagnosticado com diabetes e que o dedo do pé direito dele começou a necrosar a partir do dia 26 de agosto de 2021, após sofrer fortes queimaduras no solado do pé. Adailton deu entrada a UPA 24 pelo menos três vezes.

Segundo Claudia, o tio foi levado novamente a unidade de saúde na última quinta-feira (27), lá ele ficou em observação, depois foi transferido ao Hospital Municipal Dr. Ulysses Celestino da Silva, onde está hospitalizado esperando a cirurgia.

A infecção no dedo necrosado se estendeu para todo o pé de José Adailton. Os médicos informaram a família, nesta semana, que agora seria preciso amputar urgente o pé inteiro do paciente, para não correr o risco dele perder a perna. Sem condições financeiras a familia pede ajuda para levar o homem a uma unidade de saúde particular, onde será submetido a uma intervenção cirúrgica. A contribuição pode ser feita através de depósitos na conta bancaria de Ana Cláudia Gomes Souza, pelo Banco Bradesco, Agência: 03528/ Conta: 0000000018732-1. A família agradece a todos pelo ato de solidariedade.”

Procedimentos como esse são realizados rotineiramente em Paramirim, pelo SUS, no Hospital Aurélio Rocha. Nessa sexta-feira (18), por exemplo, uma paciente diabética precisou passar por circurgia para amputação de uma perna, segundo a unidade de saúde.

Os diabéticos são mais vulneráveis a amputação de membros inferiores, pois o Diabetes Mellitus é uma doença metabólica crônica e se caracteriza por uma variedade de complicações, entre as quais se destaca o pé diabético, considerado um problema grave e com consequências muitas vezes devastadoras diante dos resultados das ulcerações, que podem implicar em amputação de dedos, pés ou pernas.

Fonte e foto: Paramirim Agora

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on print
Share on email