Mulher, que reside perto da divisa entre Macaúbas, Boquira e Ibipitanga, faz reclamação sobre o estado em que se encontra a principal estrada vicinal e a falta de uma ponte no riacho

O Blog recebeu uma reclamação, vinda de uma moradora do Sítio Lagoa de Jurema, município de Boquira-BA. Ela relata que reside em um local próximo da divisa entre três municípios: Macaúbas, Boquira e Ibipitanga. A principal estrada que os moradores dessa região trafegam se encontra em um estado crítico, segundo ela. Além disso, o riacho que passa nessa via não tem ponte. Por essa razão, quando vem o período chuvoso, os moradores ficam impossibilitados de passarem para o outro lado.

A leitora do portal, Senhora Sulene Pereira Oliveira Souza, Presidente da Associação do Saco dos Bezerros, disse que essa estrada está quase impossibilitada de tráfego. Isso devido ter muitas pedras, barrocas e mato. Se fosse em apenas pequenos espaços, ela diz até que poderia não ser urgente a recuperação, porém o pedregulho afeta grande parte da via.

Segundo ela, os motoristas não só correm risco, ao transitarem por lá, como também sofrem com as manutenções dos veículos. Isso por o estado em que se encontra a vicinal possibilitar maior número de motos quebradas e pneus furados.

De acordo com a agricultora, a situação desse caminho ainda é pior quando entra dentro do município macaubense, isso devido já ter passado muito tempo sem passar o maquinário.

Além do problema em quase toda estrada, o riacho, que faz a divisa entre Macaúbas e Boquira, não tem uma ponte. Sulene diz que já participou até de abaixo-assinados para requerer esse que seria um bem preciso aos moradores daquele lugar.

“Quando vem o período chuvoso e o Riachão do Leite, como é conhecido esse córrego, enche, não tem como passar de jeito nenhum, todos precisam esperar a correnteza abaixar”, relatou a informante. Segundo ela, uma vez um carro foi arrastado pela correnteza desse riacho, que é muito fundo.

A estrada fica próximo de Cachoeira de Zé Novo e liga Macaúbas a Boquira. Além disso, é um ponto de acesso a Ibipitanga também, visto que fica bem perto de Macaubinha e consequentemente nas proximidades da entrada para a cidade ibipitanguense.

( Reportagem: João de Jesus )
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on print
Share on email