Moradores da Comunidade de Soen relatam o sofrimento por viverem sem energia elétrica nas residências

Diversos moradores da Comunidade chamada Soen de Brejo João Ursino, município de Macaúbas-BA, procuram o Blog na esperança de tornar público a reclamação sobre a falta de energia no local. De acordo com os informantes, a equipe da Coelba (Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia) visitou a localidade em 28 de abril de 2016, dia este que deu início a revisão do projeto. Mas, até o presente momento, ainda não foi instalada a energia no lugar.
Na confirmação de visita inicial da empresa à localidade, o número do ‘expediente’ é 9100908180. Aparece também o nome do Povoado de Canabrava, que é uma Comunidade próxima do Soen.
Em Brejo João Ursino, que fica há 2 km de distância do Soen, já tem rede de energia. Isso deixa algumas pessoas do local se questionando, pois tão perto e até agora ainda não foi instalada.
Segundo Antônio Alves de Abreu, morador deste lugar, são 8 casas no total. Na maioria, os residentes buscam outros meios para não ficarem no escuro: “a gente usa aqui um lampião, (…) muito sofrido aqui, pois a energia passa tão perto”. Ele morava em Canatiba, porém, há 20 anos adquiriu uma propriedade em Soen.
De acordo com o informante, alguns populares têm placas solares, enquanto outros estão no escuro, aguardando a energia elétrica chegar.
Ainda segundo ele, muitas pessoas compraram terrenos no local, mas não construíram ainda por falta da iluminação.
A Coelba já inseriu as marcações, há 2 anos atrás, e fizeram uma projeção de 90 dias para finalização do serviço.
Soen que fica também perto de Desterro, no sentido Coqueiro.
Confira as fotos, enviadas por um residente da sede, que tem parentes na localidade:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nestes conteúdos digitais, é visível os locais onde foram inseridas as marcações para instalação dos postes, as confirmações de que as residências receberam a visita da equipe do Programa Luz Para Todos e os instrumentos usados por algumas pessoas para não ficarem no escuro, como o lampião.
A equipe de reportagem, mais uma vez, foi até a Coelba, para mais esclarecimentos sobre o caso. Segundo a atendente, projetos como esse devem ser acompanhados pelos cidadãos, através do número de telefone 116. Neste canal de atendimento, as pessoas informam os dados, bem como conversam diretamente com o setor responsável.
Além disso, ela enfatiza que o usuário deve ligar mais de uma vez, visto que muitas pessoas que atendem a ligação podem não encontrar nenhum projeto para o CPF informado. Então, o pedido da Coelba é buscar uma resposta pelo telefone, torcer e aguardar.
Como o local não tem energia elétrica, consequentemente também os moradores possuem dificuldades para usarem celular. Por isso, a pessoa pode pedir a algum conhecido, de um outro lugar, para ligar, informar os dados e tentar contato com a Coelba.
Quanto mais tentar, mais chances de ter o serviço recebido.
O espaço fica aberto para mais pessoas se posicionarem sobre o caso, bem como agradecemos a confiança dos moradores do Soen e desejamos boa sorte. Que numa próxima, a notícia seja da chegada da energia na região.
Reportagem: João de Jesus
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on print
Share on email