Macaúbas: CERB apresenta o Empreendimento e Projeto de Trabalho Social da SIAA Zabumbão/Boquira

A reunião aconteceu no Clube Social Recreativo e serviu para o público de Macaúbas/BA tirar dúvidas em relação ao projetoNo final da tarde desta quarta-feira (02 de fevereiro de 2022), a Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (CERB) realizou uma reunião, no Clube Social Recreativo de Macaúbas. No encontro, os engenheiros responsáveis pelo acompanhamento do empreendimento Sistema Integrado de Abastecimento de Água (SIAA) Boquira/Zabumbão apresentaram ao público macaubense os detalhes do projeto, bem como o trabalho social feito pela devida sociedade de economia mista, nos lugares onde serão beneficiados.

A CERB, que é vinculada à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento- SIHS, tem como missão, em seu histórico, garantir uma oferta de água de qualidade para a população. Seu objetivo é melhorar a condição de vida e o desenvolvimento sustentável, principalmente no que se diz respeito ao saneamento rural.

A reunião em Macaúbas serviu para mostrar ao público como será feito o empreendimento. Estiveram presentes no encontro o Engenheiro Fiscal da CERB, Ivan Henrique, o Assessor da Diretoria de Saneamento da CERB, Itamar Souza e o Supervisor Social, Mário Oliveira.

Eles explanaram os principais pontos de atuação do projeto, bem como os seus desdobramentos.

Em relação a SIAA, ela tem como objetivo fornecer um suplemento adicional de água tratada aos municípios a serem contemplados.

Os principais benefícios diretos esperados, segundo Ivan, será a melhoria da qualidade de água ofertada e a redução de doenças de veiculação hídrica.

O engenheiro explica que com o advento da adutora, a vazão ecológica no bombeamento será mantida. Além isso, haverá uma diminuição dos riscos de doenças, devido ao tratamento do recurso natural.

Como tem uma diminuição da doença, tem também uma diminuição nos gastos públicos.

Além disso, ele citou que o empreendimento também é uma fonte de postos de trabalho.

Com o advento da adutora, vai ter uma geração maior de renda, como já está acontecendo.

Os municípios que irão ser contemplados com esse projeto são: Paramirim/BA, Caturama/BA, Botuporã/BA e Tanque Novo/BA. Esses terão uma ampliação do atendimento.

Já Rio do Pires/BA, Macaúbas e Boquira/BA vão passar a usufruir do empreendimento nas suas sedes.

Enquanto Ibipitanga/BA receberá o benefício na sua sede e parte da Zona Rural, como Pituci, Lagoa da Pedra, Covas de Mandioca, Queimada Nova e Morrinhos.

E por fim, Ibitiara/BA terá as localidades de Sussuarana e Mocambo contempladas nesta etapa do projeto.

Foi mostrado também o mapa de toda a região, destacando quais locais serão atendidos nesse plano inicial.

Os representantes da CERB explicaram que a empresa terá autonomia, dentro do empreendimento, até a entrega. Foi esclarecido também que cada município terá uma cota de vazão de água. O valor vai ser proporcional a população, dessa forma, Macaúbas terá um volume um pouco maior que os seus vizinhos, por conta da quantidade populacional.

Outro ponto de destaque na fala dos servidores da CERB é que haverá uma mudança no método de irrigação e, dessa forma, muito desperdício será evitado.

Em sua fala, o Assessor Itamar buscou passar confiança para as pessoas, ao garantir que esse é o maior projeto feito pela CERB e que eles não iriam realizar um empreendimento, de tamanha proporção, se não fosse tendo a consciência do que estavam fazendo.

Enquanto Mário destacou que para além do projeto de levar água a todos esses locais, a CERB se preocupa com os cidadãos. Ele enfatizou a importância do Projeto de Trabalho Social (PTS). Nesse método, a Companhia investe em atividades nas comunidades a serem beneficiadas pelo empreendimento.

De acordo dados apresentados na reunião, o valor total do empreendimento é de R$ 186.456.980,57. Desse montante, R$ 1.708.098,84 é destinado ao Projeto de Trabalho Social. A fonte dos recursos é o Tesouro do Governo do Estado da Bahia.

O Supervisor Social explicou que o PTS está previsto para ocorrer por 21 meses, portanto ficará cerca de 90 dias a mais do que a previsão para finalizar a obra.

Em termos práticos, esse projeto social irá atender os moradores dos locais contemplados, através de ações no desenvolvimento socioeconômico; incentivo na mobilização comunitária; sensibilização para uma educação ambiental, sanitária e patrimonial; sustentabilidade do empreendimento; cuidado dos mananciais, entre outros.

Isto é, o PTS ficará a cargo de levar até o público noções de como receber um empreendimento de tão grande porte e mantê-lo para as presentes e futuras gerações.

Durante a reunião houve também a interação da plateia, com dúvidas e sugestões. Um convidado, por exemplo, perguntou o porquê a tubulação passará bem próximo de algumas comunidades que sofrem com a falta d´água e não poderão ser beneficiadas.

Na sua resposta, Mário destacou que esse sistema será integrado e vai suplementar a oferta de água já existente nas localidades.

Dessa forma, quando, por exemplo, a sede de Macaúbas está na previsão de receber o benefício nesta primeira etapa e a Zona Rural não, segundo o Supervisor Social, a água vai ser incrementada. Assim, terá uma quantidade maior de abastecimento nos locais que já recebem o recurso natural de outras empresas e, consequentemente, as comunidades que hoje sofrem, terão a oportunidade de receber um fornecimento maior.

Além disso, ele destacou que o Poder Público terá autonomia e responsabilidade em criar condições adicionais para abastecer quem ele considera que poderá receber.

Ao final, os representas da CERB se colocaram à disposição para mais informações e informaram que estão atendendo na Avenida Flores da Cunha, s/n, Centro de Macaúbas, em cima da Casa do Peixe. Além disso, disponibilizaram o número do celular para contato: (71) 99677-3434.

Participaram da reunião também o atual Vice-Prefeito de Macaúbas, Valdinei Moia, alguns vereadores do município, como Vá de Lindolfo, Valmir Conceição e José dos Anjos (Ié), o ex-Prefeito Amélio Costa Júnior, André, representante da Associação Comercial e Industrial (ACIMAC) e mais de 50 convidados.

A reunião teve-se início às 17h30min e finalizou às 19h.

Por: João de Jesus / Fotos: João de Jesus

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on print
Share on email