Macaúbas/BA: Família da pequena Dandara pede ajuda para seguir o tratamento de saúde

Dandara precisa passar por um exame que custa R$ 5 mil reais

Após mais de 1 ano, Josiana Morais Coimbra, moradora do  Distrito de Açude, em Macaúbas/BA, voltou a usar os meios digitais para pedir ajuda, no intuito de custear o tratamento de saúde de sua filha. Em outubro de 2020, ela gravou um vídeo contando a história de Dandara, que sensibilizou diversas pessoas de toda região da Bacia do Paramirim.
Agora a pequena já está com 2 anos de idade, a casa já está quase pronta, porém ainda não finalizada. Além disso, segundo Josiana, o médico pediu um exame, para ser feito em Dandara, que custa o valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais).
A menina nasceu como uma bebê especial, tem um irmão que sofreu derrame cerebral e o pai possui um problema no olho. A mãe, Josiana, resolveu então pedir ajuda e o custeio de todas as demandas, como de remédios e exames.
Em relação a Dandara, depois do nascimento ela começou a sofrer com diversas crises convulsivas. Isso se agravou por causa da casa ser muito baixa e não ser adequada para a criança. O pedido dos médicos, para o caso específico dela, é uma adaptação na residência para se adequar as necessidades da bebê.
Quando ela nasceu, nem comia pela boca e era hipotônica (bebê que não tem força muscular no corpo). As consequências disso são as dificuldades para sugar, pegar as coisas, para virar.
Ainda sem diagnóstico completo, a solicitação médica é uma bateria de exames, sendo alguns com altos valores. “Eu fiz alguns pelo SUS e outros têm que ser em particular (…) com valores altos”. Para a mãe não está sendo fácil vê sua filha nesta situação e não poder ajudar 100%.
ela foi encorajada e decidiu tentar sensibilizar as pessoas, para realizar o sonho de ter a filha andando e enxergando normalmente.
Já o filho especial nasceu bem, só que sofreu um derrame cerebral, do lado esquerdo. A causa disso ainda é incerta, pois acredita-se que pode ser genética ou consequência de uma queda de bicicleta.
Enquanto o pai de Dandara perdeu a visão, em um dos olhos, e não pode nem ficar exposto ao Sol por muito tempo. Dessa forma, Josiana pede encarecidamente que as pessoas sigam se sensibilizando para lhe ajudar, com dinheiro, cestas básicas, fraldas, entre outros.
Ela mora ao lado do Posto de Combustíveis do Distrito do Açude.
Por fim, ela agradece a todos e pede a Deus pela saúde de todas pessoas, em especial a quem estiver gestante “que os filhos venham com saúde”.
Quem puder doar em dinheiro, os dados são: JOSIANA MORAIS COIMBRA, Agência 1103 013 / Conta Poupança da CAIXA 00013166-5
Mais informações, entre em contato com a mãe de Dandara no número de celular: (11) 96385-2541 ou no Instagram:@moraisjosiana.
Veja o vídeo na íntegra, curta e compartilhe:
Reportagem: João de Jesus
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on print
Share on email