Luto: 4 pessoas de Macaúbas/BA morrem num acidente em Minas Gerais

Uma batida entre ônibus e um carro deixou quatro mortos e 16 feridos na MGC-122, zona rural de Francisco Sá (MG), nesta terça-feira (21).

A suspeita da Polícia Militar Rodoviária é de que o condutor do carro perdeu o controle da direção e invadiu a contramão. O impacto foi tão forte que peças do veículo foram arremessadas a mais de 100 metros de distância. O ônibus seguia de Osasco (SP) para Abaíra (BA) e levava 41 passageiros.
Segundo o Corpo de Bombeiros, as quatro pessoas que morreram estavam no automóvel e eram de Macaúbas (BA). Os nomes delas não foram divulgados, mas a corporação informou as idades:
O motorista estava com 39 anos e três mulheres, com 28, 90 e 27 anos.
Com a batida, as mulheres foram ejetadas do veículo e o motorista ficou preso às ferragens.
A ocorrência mobilizou várias equipes de resgate da região. De acordo com o Corpo de Bombeiros, 16 pessoas foram levadas para hospitais do Norte de Minas Gerais. Para retirar parte dos passageiros do ônibus, os militares tiveram que criar um acesso pela janela com o uso de uma escada prolongável.
De acordo com o Samu, o motorista do ônibus e um passageiro, que estavam mais graves, foram socorridos para a Santa Casa de Montes Claros. O primeiro apresentava fraturas, um corte na cabeça e trauma abdominal. O segundo teve traumatismo cranioencefálico.
A assessoria de comunicação da Santa Casa informou que recebeu 10 pacientes, sendo um grave e os demais estáveis. A assessoria do Hospital Universitário, em Montes Claros, disse que recebeu três, todos estáveis. O Hospital Regional de Janaúba afirmou que recebeu três pessoas, duas já tiveram alta e uma aguarda para realizar tomografia computadorizada.
O chefe de fiscalização do Departamento de Estradas e Rodagens (DER) esteve no local do acidente e informou que a empresa de ônibus tem autorização para fazer o transporte de passageiros de SP para BA. A empresa providenciou um outro veículo e as pessoas que não se feriram seguiram viagem. O trânsito precisou ser interrompido, mas já foi liberado no local. As causas do acidente serão investigadas pela Polícia Civil.
Fonte: G1 / Fotos: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on print
Share on email