Fiocruz identifica que mortes por Covid estão em queda, mas casos continuam crescendo

Dados levantados pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) mostram que os números de mortes causadas pela Covid-19 estão em tendência de queda no Brasil. Apesar disso, os indicadores de casos confirmados continuam crescendo no país. As constatações estão no boletim divulgado pela Fiocruz nesta terça-feira (27).

O documento sinaliza também para a tendência de redução em relação a ocupação de leitos de UTI Covid-19 para adultos no SUS.

“É importante salientar que os números de casos (média de 46,8 mil casos novos por dia) e de óbitos (1.160 óbitos por dia) estão ainda em patamar muito elevado”, destaca a fundação no boletim.

De acordo com reportagem do portal G1, o boletim da Fiocruz mostra que Goiás e o Distrito Federal ainda estão em zona de alerta para a disponibilidade de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com ocupação acima de 80%. Outros 16 estados estão fora da área crítica para o atendimento (abaixo de 60%), e nove estão na zona intermediária (entre 60% e 80%).

A Bahia está entre os 16 estados classificados pela Fiocruz como fora da área de risco. O boletim mais recente da Secretaria da Saúde do estado (Sesab), também desta terça, indicava uma ocupação de leitos de tratamento intensivo adulto em 52%.

Entre as capitais, Rio de Janeiro (90%), Goiânia (93%) e Brasília (83%) são as únicas taxas de ocupação de leitos de UTI da Covid-19 superiores a 80%, mostrou o boletim. Em Salvador a taxa estava em 43% conforme o boletim da Sesab.

A Fiocruz também informou uma pequena redução na taxa de letalidade – a proporção de casos que resultam em morte. O indicador está em 2,5%.

Fonte: Bahia Notícias 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on print
Share on email