Categorias
Geral

Jovem de Boninal/BA ainda precisa de ajuda para seguir o tratamento de saúde, após levar um choque elétrico

O jovem Romário, natural de Boninal-BA, sofreu um acidente elétrico no mês de junho de 2020, na comunidade do Baixão, Zona Rural de Seabra. Ele teve queimaduras de 1°, 2° e 3° grau, após levar um choque elétrico, passou por cirurgias e foi diagnosticado com Trombose na perna. Já se passou mais de um ano e o rapaz segue em tratamento. A família não consegue arcar com todos os gastos e, por essa razão, foram feitas uma rifa beneficente, bem como uma corrente de oração, em prol da recuperação dele.

Tudo começou quando Romário recebeu um choque, ao tentar ajudar seu amigo, que tinha batido num poste. Ele desceu de seu veículo, para prestar ajuda, pisou em um fio e acabou recebendo uma forte descarga elétrica, relembre o caso, clique aqui.

O jovem sofreu queimaduras em todo o corpo, principalmente na cabeça e nas costas. Passou por diversas cirurgias e teve alta no mês de agosto, após o diagnóstico de Trombose na perna. Essa doença se configura como a formação de um coágulo sanguíneo em veias nas pernas e coxas, bloqueando o fluxo de sangue e causando inchaço ou dor.

Após um ano, Romário ainda segue se tratando e necessita de ajuda para custear os gastos com medicamentos, transporte, malhas cirúrgicas, curativos, o tratamento odontológico, entre outros. Ele e toda sua família pedem o apoio social, de quem puder ajudar.

Os dados bancários são esses:

Banco do Brasil

Romário F. Oliveira

AG – 4180-7

Conta Corrente – 12.799-X

Bradesco

Cristina F. Oliveira

AG – 3929

Conta Poupança – 557484-6

PIX: chave de número 05133476582 

 

Mais informações, pode entrar em contato no Instagram: @romario280liveira ou com o repórter Nerisvaldo Sobrinho, do Portal Chapada News.

Reportagem: João de Jesus
Categorias
Geral

Região da Chapada Diamantina: Moradores ainda não sabem de onde é um senhor que está perdido e anda com cachorros pelas estradas

Muitas pessoas compartilharam, nas redes sociais, uma foto de um senhor andando com cachorros pelas estradas da região de Ibitiara/BA.
Há informações que ele pode ser de um povoado próximo de Seabra ou do município de Boninal. O certo é que as pessoas buscam encontrar a família dele, para que seja feito o reencontro.
Caso alguém saiba informar sobre os familiares dele, pode entrar em contato pelos meios digitais do blog.
Reportagem: João de Jesus
Categorias
Geral

Macaúbas/BA: Conheça o Plano Plurianual de Aplicação – PPA; 1ª Audiência Pública ocorrerá neste dia 30 de junho

A Secretaria Municipal De Planejamento e Desenvolvimento Econômico – Seplan – divulga o release do Plano Plurianual de Aplicação – PPA. Confira na íntegra:
O PLANEJAMENTO E O PLANO PLURIANUAL (PPA)
Em primeiro lugar, vamos responder à pergunta: por que é necessário planejar no governo?
Assim como as empresas, os governos precisam ter planos por uma razão muito simples: porque os recursos são sempre menores do que as necessidades que deveriam ser atendidas!
E quando não se planeja, o risco de desperdício e de ineficiência costuma ser bem maior.
A Constituição Federal, a que todos devem obedecer, obriga os governos a planejar em seus gastos, seja no nível federal, estadual ou municipal.
No artigo 165 da Constituição Federal está previsto que os governos da União, dos Estados, Distrito Federal e Municípios devem elaborar planos plurianuais (PPA), leis de diretrizes orçamentárias (LDO) e os orçamentos anuais (LOA).
E o que deve conter o PPA?
Conforme a legislação já citada, o PPA deve conter Diretrizes, Objetivos e Metas.
As metas são referentes às despesas de capital e delas decorrentes, e às despesas relativas aos programas de duração continuada.
Diretrizes: é um conjunto de instruções ou indicações para se tratar e levar a termo um plano, uma ação, um negócio. Exemplos: Universalização dos serviços de saneamento básico; Redução das desigualdades sociais; etc.
Objetivos: são alvos que se pretende atingir, mediante a execução de uma ou mais ações. Exemplos: Duplicação do número de alunos na escola pelo sistema municipal de ensino, até o final da década; Redução de 70% dos casos de dengue nos próximos três anos; etc.
Metas: Pode ser sinônimo de objetivo, porém, no processo de planejamento, a meta é geralmente definida como a quantificação daquilo que se pretende realizar. Exemplos: Pavimentação de 15 km de ruas; Construção de 30 salas de aula; Fornecimento de livros didáticos para 02 mil alunos do ensino fundamental, etc.
Despesas de capital: são os gastos com investimentos do governo, como por exemplo, as obras em geral e a aquisição de equipamentos para a  saúde e qualquer outra finalidade.
Despesas decorrentes das despesas de capital: são as despesas destinadas a manter e conservar os investimentos. Por exemplo: a construção de um hospital dá origem às despesas com a sua manutenção e funcionamento.
Programas de duração continuada: são as despesas que não se interrompem no tempo, como é o caso das despesas com Ensino Fundamental, coleta de lixo, etc.
Antes de falar em programa, precisamos esclarecer o significado dessa palavra, pois ela é um conceito fundamental para se compreender o orçamento público, assim como o plano plurianual.
De acordo com o Manual de Planejamento e Orçamento da SEPLAN, entende-se por programa: o instrumento de organização da ação governamental, com vistas ao enfrentamento de um problema e à concretização dos objetivos pretendidos. É mensurado por indicadores e resulta do reconhecimento de carências, demandas sociais e econômicas e de oportunidades. Articula um conjunto coerente de ações, necessárias e suficientes para enfrentar o problema, de modo a superar ou evitar as causas identificadas, como também aproveitar as oportunidades existentes.
Difícil de entender?
Veja o exemplo a seguir para entender melhor:
•  Problema: Carência de moradias entre famílias de baixo e médio nível de renda.
•  Solução: Programa “Moradia para todos”.
•  Objetivo: Reduzir a carência de moradias entre famílias de baixo e médio nível de renda no município de Macaúbas.
•  Indicador: Número de famílias de baixo e médio nível de renda com carência de moradia (Por exemplo: 835 famílias).
•  Etapas: 1) Cadastramento das famílias; 2) Elaboração de projetos de construção de moradias unifamiliares, com 2 e 3 quartos; 3) Aquisição de terreno para implantação de conjunto habitacional; 4) Implantação de infraestrutura urbana (redes de água, esgoto, pluvial; rede elétrica; abertura de ruas; construção de meio-fio e asfaltamento); 5) Entrega das moradias às famílias cadastradas.
•  Ação: É o instrumento de realização de programas, do qual resultam bens ou serviços.
Para cumprir os objetivos pretendidos, com base na estratégia do Governo, os programas são organizados nos seguintes macro-objetivos:
            • Crescimento, inovação e competitividade, geração de emprego e renda;
            • Desenvolvimento urbano ordenado e sustentabilidade ambiental;
            • Equilíbrio fiscal, gestão para resultados, eficiência e qualidade dos serviços e do atendimento;
            • Redução das desigualdades, desenvolvimento humano e social.
Agora que já conhecemos alguns conceitos importantes sobre o PPA, vejamos mais alguns aspectos que nos interessam para a melhor compreensão do assunto.
A responsabilidade para elaborar o projeto do plano plurianual é do Chefe do Poder Executivo. No caso do município de Macaúbas, essa pessoa é o Prefeito.
Quem elabora o PPA?
O projeto do plano plurianual é elaborado com a participação dos principais órgãos do governo, começando pelas Secretarias Municipais (Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Fazenda, Educação, Saúde, Ordem Pública, etc.) .
Qual o prazo do PPA?
Assim que o projeto de lei esteja concluído o Prefeito remete-o à Câmara de Vereadores, o que deve acontecer até 1º de agosto do primeiro ano do mandato do Prefeito.
Na Câmara, os vereadores devem apreciar, discutir e votar o projeto de lei até o fim do ano. Terminada essa etapa, o projeto aprovado retorna ao Prefeito, que deve sancioná-lo e mandar publicá-lo, para que comece a vigorar.
Importante lembrar que durante as etapas de elaboração e de discussão e votação do plano plurianual devem ser realizadas audiências públicas, que são oportunidades para que a população de cada bairro ou região administrativa apresente as suas demandas e participe da definição de prioridades sobre o que o governo deve realizar nos próximos quatro anos.
Qual o conteúdo do PPA?
O projeto do plano plurianual deve conter as seguintes partes:
• Mensagem do Prefeito: texto que contém a justificativa e a síntese dos objetivos que se pretende alcançar durante os quatro anos de vigência do plano plurianual;
• Texto do projeto de lei: o plano plurianual deve ser aprovado por uma lei, portanto o projeto de lei acompanha o documento entregue ao Legislativo;
• Apresentação do plano plurianual: é um texto usado para informar ao Poder Legislativo sobre os critérios que foram utilizados para elaborar o projeto, além de traçar um panorama da situação econômico-financeira, das projeções sobre o desempenho da economia e uma série de outras informações que devem ser consideradas na elaboração do plano plurianual, tais como: aspectos de ocupação urbana, impactos ambientais, ordenação territorial, etc.
• Detalhamento dos programas e respectivas ações previstas para o período do plano plurianual.
CALENDÁRIO DAS AUDIÊNCIAS PÚBLICAS
DATA        HORA LOCAL                           ENDEREÇO
30/06/2021 16:00 Distrito Canatiba        Quadra de Esportes
01/07/2021 15:30 Dist.Lagoa Clara         Cobertura da Feira
07/07/2021 09:30 Povoado do Açude         Colégio Municipal
07/07/2021 16:00 Distrito Sta Terezinha Cobertura da Feira
08/07/2021 09:30 Contendas                 Colégio Municipal
O8/07/2021 17:00 ACIMAC                  Rua Dois de Julho
14/07/202119:00Câmara de Vereadores
15/07/2021 16:00 Loteamento Bastos          Ginásio de Esportes
20/07/202119:00Virtual
Reportagem: João de Jesus 
Categorias
Geral

Macaúbas: Confira o cronograma de vacinação contra a Covid-19 e Influenza nesta semana

Reportagem: João de Jesus

Categorias
Geral

Macaúbas: No Diário Oficial, Prefeito decreta dia 24 de junho como feriado municipal

No Diário Oficial do Município, desta segunda-feira (21), foi publicado o Decreto de número 265/2021. Nele, fica estabelecido feriado em Macaúbas-BA, na próxima quinta (24 de junho). A tradição de São João, bem como a importância da religiosidade foram pontos considerados pelo Prefeito, para tal ato. Devido a Pandemia da Covid-19, mais uma vez os eventos comemorativos para esse dia seguem proibidos, de acordo com o Decreto do Governo do Estado da Bahia.
No Art. 1 deste decreto municipal, fica estabelecido como feriado municipal o dia 24 de junho, no âmbito da Administração Pública. O Parágrafo Único reforça que os serviços essenciais serão mantidos, de forma que os órgãos públicos que desempenham as referidas funções funcionarão de forma regular.

Reportagem: João de Jesus
Categorias
Geral

Segunda etapa da distribuição dos Kits de Merenda Escolar, em 2021, acontece nesta semana, em Macaúbas, afirma a Coordenadora do SEMAE

De acordo com a Coordenadora do Setor Municipal de Alimentação Escolar (SEMAE), Edileusa Figueiredo, todos os estudantes do Município de Macaúbas-BA estão sendo atendidos com o ‘Kit Merenda Escolar’. Tanto nas unidades da Zona Rural, como também nas da sede, estão sendo realizadas as entregas pelo referido Setor – que faz parte da estrutura organizacional da Secretaria Municipal de Educação, em parceria com a Prefeitura de Macaúbas – e cada unidade repassa para seus estudantes. Portanto, para saber como será o cronograma de entrega em cada local, o pedido é que a população entre em contato com a escola em que se encontra matriculado (a).
Segundo Edileusa, o trabalho de montagem e entrega do segundo kit deste ano já foi feito e finalizou nesta quinta (17):

 

“As entregas do segundo kit de alimentação escolar, nas unidades do município, aconteceram entre os dias 08 e 17 de junho”.

 

Para estabelecer um critério, os kits foram montados com uma quantidade proporcional a cada unidade escolar:

 

“Tudo montadinho, seguindo as resoluções do PNAE e com acompanhamento de uma nutricionista responsável, com o quantitativo de alunos de cada unidade escolar”.

 

A distribuição dos alimentos, para as escolas, foi feita por rota, por isso alguns locais já conseguiram entregar aos estudantes e outros vão fazer isso, nesta semana:

 

“Vai por rota, aí cada dia entrega uma rota com 10, 12 escolas… Vai depender da localidade. Já entregamos em todas as unidades e tem escola que já distribuiu para os pais e já estão devolvendo o comprovante para arquivamento, outras ainda irão fazer este repasse  A escola é quem marca, qual que é o melhor dia, de acordo com a realidade de cada uma”.

 

Por essa razão, Edileusa reforça a importância dos alunos, pais e/ou responsáveis entrarem em contato com a referida unidade escolar, a fim de descobrir qual a data que irá receber os produtos. Isso devido cada instituição ter um cronograma diferente:

 

“Conforme vai recebendo, cada unidade vai organizando e fazendo o repasse dos mesmos para os responsáveis dos alunos, de acordo com a realidade de cada uma, haja vista que é necessário fazer uma divisão por turmas, caso possua grande quantitativo de alunos, para que não haja aglomeração”.

 

Por conta da Pandemia, o setor de merenda também recomenda o cumprimento dos protocolos de distanciamento. Isso que Edileusa salientou:

 

“Lembrando que as entregas seguem todo um protocolo de distanciamento e cuidados para prevenção do Covid-19”.

 

Segundo a Coordenadora, mais de 7 mil estudantes serão beneficiados:

 

“Ao todo, são 85 unidades escolares municipais, que vão desde as creches aos colégios e mais de 7.000 alunos contemplados”.

 

Para finalizar, a Coordenadora informa que essa não é a primeira vez que isso acontece, em 2021:

 

“Já é a segunda entrega desse ano de kit”.

 

Já para a Secretária Municipal de Educação, Léia Jerusa, a parceria da Prefeitura com o Setor Educacional foi fundamental para essa entrega acontecer:

 

“É com muito empenho, dedicação e seriedade que a Prefeitura Municipal de Macaúbas, a Secretaria Municipal de Educação, o Conselho de Alimentação Escolar e, especialmente, a Coordenação do setor de Merenda Escolar, do Município de Macaúbas, e equipe, vem administrando a Merenda Escolar destinada aos estudantes da rede pública municipal de Macaúbas”.

 

Léia ainda destaca que a qualidade dos alimentos faz parte de uma preocupação que a gestão tem para com os alunos:

 

“Os itens ofertados são da melhor qualidade, conforme comprovam os kits já entregues até o momento. A preocupação com o alunado se estende em todas as esferas. A Secretária Municipal de Educação, juntamente com o Prefeito Municipal e toda sua equipe, têm se esforçado para que os alunos tenham seus direitos garantidos. E assim, possam ter uma qualidade de vida melhor e mais saudável”.

 

A Secretária avalia como mais uma ação positiva, em prol da comunidade, ao relatar que mesmo com diversas dificuldades, o kit foi garantido aos estudantes:

 

“Essa ação de garantir, da melhor maneira possível, o direito dos estudantes ao acesso a uma alimentação escolar de qualidade, mesmo durante o período de suspensão das aulas, demonstram o quão importante é essa parceria entre a Secretaria de Educação, com o prefeito Aloísio Rebonato, haja vista a necessidade de empenho de toda equipe administrativa para o êxito dessas ações, diante de todas as dificuldades impostas pela Pandemia”.

 

Portanto, para saber quando o kit será entregue em cada unidade escolar, entre em contato com a escola que estiver veiculado e busque informações sobre a entrega do Kit Merenda Escolar.
Reportagem: João de Jesus
Categorias
Geral

Covid-19: Morador de Ibipitanga implorou e a transferência de sua mãe para Vitória da Conquista aconteceu

Neste sábado (19), diversas pessoas usaram as redes sociais para compartilhar a história de um jovem ibipitanguense. Segundo o Técnico em Radiologia, Hugo Delleon, a sua mãe estava internada no Hospital Municipal de Ibipitanga, há 3 dias, em estado grave, por conta da Covid-19 e precisando de uma vaga de UTI. A dificuldade para conseguir a transferência estava deixando o rapaz preocupado e por isso recorreu a internet.
Ele gravou um vídeo e publicou nas redes sociais. Devido a grande repercussão, o conteúdo chegou ao conhecimento de muitas pessoas da região.
Assista ao vídeo no YouTube:
https://youtu.be/ZeB2znlcojo
Ele pedia ajuda de todos os políticos que pudessem ajudar nessa transferência. Inclusive chegou a dizer “a gente não tem mais esperança, por a gente está correndo atrás de vaga e não está achando em lugar nenhum.”
Mas, felizmente, conseguiu uma vaga em Vitória da Conquista no início da noite deste sábado (19). A ambulância chegou às 3 horas da manhã, deste domingo, em Ibipitanga. A mãe dele foi transferida, mas mesmo assim o jovem pede ainda orações pela recuperação dela.
Reportagem: João de Jesus
Categorias
Geral

Preço do combustível aumentou e vendas diminuíram também na região de Macaúbas

Como em quase todos os locais, o preço do combustível aumentou também na região de Macaúbas. Consequentemente, as vendas tiveram uma redução. Para alguns donos de postos, o valor do ICMS e a Pandemia da Covid-19 fizeram o consumidor não abastecer muito. Os clientes sentem o impacto, reduzem o consumo, mas não param de utilizar o produto, devido a necessidade de se locomover.
De acordo com César, do Posto Azevedo de Macaúbas, a procura pelo estabelecimento caiu. Ele conta que a diminuição foi considerável, nos últimos meses:
“As pessoas passaram a abastecer menos, já que os aumentos da Petrobras e ICMS foram muito significativos ultimamente. Houve uma redução das vendas, (também) por conta da pandemia, com menos locomoção das pessoas, viagens, etc”.
Dentre os efeitos negativos que o Coronavírus deixou na sociedade, pode se destacar não apenas os casos confirmados para a doença. O comércio também teve esse argumento como fator determinante para a queda no número de vendas.
Segundo Júnior, gerente do Posto Barreto de Oliveira dos Brejinhos, a redução foi significativa por lá:
“As vendas caíram 16,5%, nos últimos meses (…) diminuíram por dois fatores: a Pandemia, que diminui a circulação de pessoas, e os reajustes de preços”.

Para os consumidores, esses valores dos combustíveis afetam os orçamentos familiares. É o que relata Ailton, de 35 anos e morador de Macaúbas:

“Acho que a opinião do consumidor é mesma, ninguém está satisfeito. (…) Nem só o combustível… tudo… os preços estão um absurdo”.

Enquanto Alcino, de 28 anos e também residente do município macaubense, o uso dos veículos a base de combustível só acontece devido a necessidade:

 

“Está muito caro. Toda semana preciso abastecer, por conta que usamos a moto direto”.

 

Já Domingos, de 35 anos e usuário dos postos da região, o problema está nos altos impostos:
“Estou achando que o Governo do Estado não está abaixando os impostos, diferente do Governo Federal”.
Para se ter uma ideia, César ainda informou os preços que estavam sendo cobrados no Posto Azevedo, no dia 10 de junho:
Etanol_____________4,968
Gasolina___________6,398
Gasolina aditivada___6,398
Diesel S10_________5,339
Diesel S500________5,289
E Júnior também divulgou os valores comercializados no Posto Barreto, no dia 14 de junho:
Gasolina aditivada___ 5,88
Etanol_____________ 4,98
Diesel S-10_________ 4,64
Diesel 5-500________ 4,62
Para finalizar, serão respondidas algumas perguntas frequentes sobre o tema:
– Qual o índice de participação dos municípios no cálculo do ICMS?
Segundo a publicação “Primeiro repasse de ICMS de 2021 transfere R$ 523 milhões às prefeituras paulistas” do Governo de São Paulo, em seu Portal Oficial, no dia 16/01/2021:

“Os repasses aos municípios são liberados de acordo com os respectivos Índices de Participação dos Municípios, conforme determina a Constituição Federal, de 5 de outubro de 1988. Em seu artigo 158, inciso IV está estabelecido que 25% do produto da arrecadação de ICMS pertencem aos municípios, e 25% do montante transferido pela União ao Estado, referente ao Fundo de Exportação (artigo 159, inciso II e § 3º)”.

– Qual o valor do ICMS no combustível?
De acordo com a reportagem “ICMS sobre combustível divide Estados e postos”, feita pelo Site Valor.Globo, publicada no dia 25 de maio de 2021:
“Atualmente o ICMS sobre combustíveis tem alíquota diferenciada entre os Estados, sobre o mesmo produto. Para a gasolina comum, tipo C, por exemplo, as alíquotas variam de 25% a 34%”.
– Quem determina o preço do combustível?
O site Agência Brasil EBC explica “como é a composição do preço dos combustíveis”, em uma publicação do dia 01/03/2021:

“A cada 15 dias, o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), órgão formado pelas secretarias estaduais de Fazenda, publica no Diário Oficial da União uma pesquisa dos preços de combustíveis cobrados dos consumidores na bomba. Essa pesquisa serve como base para o cálculo do ICMS sobre combustíveis”.

– O que o Presidente da República diz sobre o imposto do combustível?
De acordo com uma reportagem do UOL Economia, intitulada “Bolsonaro insiste em mudar imposto da gasolina; preço cairia?”, datada de 27/05/2021:
“O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vem mencionando, em lives e declarações, um projeto feito pelo governo federal para mudar a cobrança do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), um imposto estadual, que incide sobre combustíveis. O presidente chegou a dizer que levará o caso ao STF (Supremo Tribunal Federal) se a proposta não for aprovada pelo Congresso.
O projeto é uma resposta do governo ao aumento do preço dos combustíveis, que desagrada categorias como a dos caminhoneiros. Seus defensores afirmam que o novo sistema simplificaria a cobrança do imposto, deixando os valores mais previsíveis e transparentes para o consumidor.  Por outro lado, se for mantida como está, a proposta pode até aumentar o preço do combustível em alguns lugares do país. Além disso, representantes dos estados e especialistas afirmam que o ICMS não é o maior “vilão” da alta do valor nas bombas.
(…)
Pela proposta encaminhada ao Congresso, o ICMS incidiria uma única vez sobre os combustíveis, como gasolina e diesel. O valor seria fixo, por litro. Isso já acontece com tributos federais: por exemplo, para a gasolina, o governo federal cobra R$ 0,69 de imposto por litro de combustível.
Segundo o texto, o ICMS seria igual em todos os estados do país. Mas o projeto não estabelece qual seria esse valor: a definição seria feita pelos estados, que deveriam chegar a um consenso após a publicação da lei. O valor do imposto só poderia ser alterado a cada 90 dias”.
Links de acesso as reportagens citadas:
Reportagem: João de Jesus
Categorias
Geral

Pedido de ajuda: Dona Maria, de Boquira, sofre para se tratar da Esclerose Múltipla; Vakinha virtual foi criada

Amigos e familiares de Dona Maria, de 47 anos, moradora de Malhada, município de Boquira-BA, usaram as redes sociais e compartilharam um pedido de ajuda para ela. Segundo informam, a boquirense sofre com a Esclerose Múltipla (EM), doença neurológica, crônica, progressiva e autoimune. Para arcar com as despesas de todo o tratamento, foi criada uma Vakinha virtual e qualquer pessoa pode ajudar.
De acordo com um familiar, ela não consegue andar, há mais de 1 ano, nem dormir direito, devido às dores fortes. Essas são algumas sequelas da EM, pois as células de defesa do corpo atacam o próprio sistema nervoso, como se ele fosse ‘intruso’, dentro do organismo.
Em outras palavras, quem sofre com a Esclerose tem partículas que funcionam como anticorpos.
Dona Maria sempre deve estar acompanhada pelo seu esposo ou seus filhos, já que nunca pode deixar ela sozinha.
Para ajudar ela fazer o tratamento, basta acessar o link: https://ajudae.me/70480 / ID: AJUDAE0000070480.
Quem preferir doar pela conta do Banco Bradesco, os dados são esses:
Ag: 3559-9 Conta Poupança: 0500325- 3 Nome: Aristides de Jesus Silva (esposo de Dona Maria)
Para fazer a doação via PIX Santander, o número é 71997029552, no nome de Cristiane (amiga).
Reportagem: João de Jesus
Categorias
Geral

Jovem, que sofreu violência doméstica em Brumado, necessita de ajuda para realizar a cirurgia no olho, por ter sofrido lesões devido aos socos recebidos pelo ex-companheiro

A jovem Gleice Helen de Oliveira Silva, de 22 anos, precisa fazer uma cirurgia no olho, devido as lesões sofridas após uma violência doméstica, cometida pelo seu ex-companheiro. O caso ocorreu no dia 17 de abril de 2021, na cidade de Brumado-BA.
Ela foi agredida, ficou inconsciente, durante 9 dias, e sofre com as sequelas do ato violento. Gleice segue com um problema no olho esquerdo, não enxerga bem e teve um pequeno corte no canal lagrimal, devido a pancada no local.
Outra consequência foi o olho da moça ter ‘afundado’. Por isso, ela sente dores e precisa fazer a cirurgia, o mais urgente possível. Se caso demorar esse procedimento, ela corre o risco de submeter a uma segunda operação.
Devido não ter condições econômicas, para realização do processo cirúrgico, por ser algo em torno de R$ 6.000 reais, ela pede a colaboração, de quem puder.
Para doar, basta depositar ou transferir na Conta Poupança Caixa: 0947 / Agência: 00092691-5. Quem preferir pelo PIX, o número é: 998655649. Qualquer valor será bem-vindo.
Gleice que reside na Rua Aureliano Leite, bairro São Felix, em Brumado-BA.
Sobre o caso:
De acordo com a Polícia Civil, Hemerson Matheus, ex-companheiro da jovem, teria ido à casa dela e lá encontrou a vítima trabalhando. Era sábado e Gleice tinha um açaí, portanto fazia entregas via delivery, como medida restritiva, devido a Pandemia da Covid-19. Após uma discussão, ele agrediu Helen com vários socos, levando a vítima ao desmaio.
O acusado chegou a ser preso duas vezes, pois na noite do domingo (18 de abril), através de um Habeas Corpus concedido pelo juiz plantonista, por meio de pedido do Ministério Público Estadual (MPE), ele foi solto. Porém, na tarde de segunda (19), houve outra reviravolta e Matheus foi preso novamente, num mandado de prisão preventiva.

Reportagem: João de Jesus